E-mail:  Senha:
Locação de salas
para cursos
Saiba mais e agende

Depoimentos

“Oi Suh, acabei de conseguir ver a minha nota do ENEM. Ontem, fiquei muito ansioso e preferi esperar o site normalizar. Com pouca coragem, mas com muita curiosidade, vi que tudo o que você me ensinou, orientou e moldou, não somente no meu texto, mas na minha personalidade, resultaram em uma grande conquista. Suh, tirei 920!!! Estou muito emocionado, pois esse era um sonho que, no início de 2014, eu não esperava realizar, já que nunca havia conquistado essa nota em nenhum vestibular. Foi graças a você, Suh, que esse resultado chegou, pois foi você que me mostrou o amor pela escrita, a importância da leitura volumosa e concedeu-me o privilégio de participar do seu curso. Eu só tenho a te agradecer por todas correções, vermelhos, orientações particulares, "puxões de orelha" e aulas ministradas com tanto entusiasmo e seriedade. Muito obrigado por confiar nesse seu aluno que deu um "pouco" de trabalho com a gramática kkkk. Acabei de resgatar a minha pasta do segundo semestre e nesta você escreveu uma frase que eu jamais vou esquecer: "Rafael, estou muito orgulhosa do resultado de nosso trabalho! Eu sei sua nota de redação do ENEM! Continue focado e esta minha premonição se concretizará. Torço por você (...)". É, querida professora, deu certo!!! Muuuuuito obrigado!!!”
Rafael França Vidal
Ver mais
Deixe o seu depoimento sobre os cursos

Convite para Alunos de Cáceres e Araputanga

Dicas

10 formas de começar um texto dissertativo (1)

1. A apresentação direta de seu ponto-de-vista ou argumento básico:

“A convivência com um dependente de álcool ou drogas, além de todos os seus reveses, também pode se tornar um vício poderoso, uma doença. Mães, mulheres e irmãos de dependentes costumam assumir para si a tarefa de consertar a ovelha negra da família. Quando dão por si, passaram a viver em função do problema alheio. Ora se comportam como salvadores, ora assumem o papel de vítima, ora cooperam e alimentam ainda mais o vício.”

2. A própria indagação do tema, transformando-o em interrogação e/ou fazendo perguntas sobre ele:

“Será que existem fatos ( não preconceitos ) a confirmarem a inépcia ou mesmo a inferioridade de certas raças, estacionadas durante o processo evolutivo, a meio caminho entre o animal e o homem? São perguntas, não afirmações. Mas, por que admitiríamos, no plano individual, a existência de gênios e retardados e tememos fazê-lo no plano racial?”

(Emir Calluf, Gazeta do Povo)

3. Uma definição do tema a ser questionado:

“A gíria é um patrimônio comum, é um instrumento de comunicação que parece imprescindível, sobretudo, para a juventude. Até mesmo as gerações que a condenavam acabaram por assimilar algumas expressões de maior ocorrência.”

(Thaís Montenegro Chinellato)

4. Uma análise do tema, um esquema de suas partes ( que, geralmente, serão questionadas uma a uma no desenvolvimento da redação):

“O espírito humano é por natureza curioso, reflexivo. O mundo que o instiga a pensar deve também instigá-lo a desafiar, criticar e questionar as idéias que a coletividade e a sua cultura oferecem. Trabalhamos idéias quando escrevemos.”

(Wendel Johnson)

5. Usando dados da História:

Desde que aprendeu a manejar o fogo e a roda, o homem passou a gerar uma força produtiva, a qual desencadeou as invenções, as conquistas e o progresso. Mas essa produtividade prejudicou o relacionamento entre os povos, assim como entre patrão e empregado, no domínio pela tecnologia e na exploração da mão-de-obra.

Conteúdo relacionado

Comentário à redação do ENEM 2015 Comentários à Redação do Enem 2014
Vírgula antes da conjunção E SÓ SE APRENDE A ESCREVER, ESCREVENDO
COMENTÁRIO REDAÇAO ENEM 2013 Saiba quais são as habilidades que o Enem exige do candidato
EÍSMO - A nova onda redutora O que é dissertação
A Argumentação A estrutura dissertativa
Sabores ou amargores 10 formas de começar um texto dissertativo (2)